fbpx

Prefeitura inicia desobstrução de galerias em antecipação ao período chuvoso

O prefeito de Coelho Neto, Bruno Silva, requereu do secretário de obra e infraestrutura o imediato trabalho de desobstrução das galerias no perímetro urbano. Todos os anos, durante o período mais chuvoso, a população chega a sofrer com os grandes volumes de água da chuva e a limitação da capacidade de escoamento das nossas galerias.

Essa limitação urbanística na drenagem da água da chuva sempre se agrava quando as galerias estão obstruídas ou parcialmente obstruídas. Relativo a isso, a preocupação do prefeito Bruno vai garantir que a população de Coelho Neto não seja pega de surpresa com chuvas inesperadas, e/ou a chegada definitiva delas.

Como todos nós sabemos, esse problema de saneamento básico e escoamento pluvial urbano é comum tanto a cidade de Coelho Neto quanto no restante do país. De acordo com o Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS), esse problema estrutural que onera a saúde pública coloca o Brasil na posição de número 112 no ranking do saneamento básico no mundo.

A CEBDS diz ainda que a expansão do saneamento de 4,1% ao ano perdeu velocidade nesta década de 2010 – na anterior, era de 4,6% ao ano -, o que nos distancia ainda mais da já longínqua meta do governo federal de universalizar os serviços em 2030.

O secretário de obras, Márcio Almeida, já destacou servidores públicos, máquinas e técnicos no empenho de executar o pedido do prefeito Bruno Silva.

- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui